É DESAPEGO OU DESINTERESSE? (Com Shiva Nataraj)

Costumamos nos desinteressar por algo ou alguém e podemos acreditar que nos desapegamos. Mas é bom ter conhecimento que desinteresse nada tem a ver com o desapego.

  • No desinteresse residem mágoas.
  • No desapego o amor se mantém, apenas deixamos de nos sentir donos e liberamos.

Quando nos desinteressamos, deixando para lá algo ou alguém, o fizemos por que o ego não conseguiu o que desejava e, portanto, magoados vamos em busca de outra situação para vivenciar.

Infelizmente nesse comportamento o perdão não se faz presente e a nova situação também resultará em mágoas pois o sentimento de amor, que a faria fluir e nos deixar plenos, não encontra espaço para se apresentar.

Para nos desapegar é necessário aprender sobre o verdadeiro perdão: é através da aceitação dos fatos como se apresentam – isso difere de manter a mágoa, apenas deixamos que sejam como estão sendo, –  a entrega dos fatos e a opção pelo perdão.

Existe uma força de amor em nós que, quando acessada por meio do perdão,  fará emergir o desapego à situação, bem ou pessoa que estamos em luta pela posse.

Ao nos desapegar seremos agraciados pelo que realmente nos deixará felizes, podendo ser a situação, bem ou pessoa escolhida ou não. Mas é seguro que não mais sofreremos ou faremos sofrer pois a ideia de posse se desfez pelo perdão verdadeiro.

Portanto, o desapego é fundamental para que nos sintamos livres e felizes sempre. E ele não impede a vivencia de situações onde aparentemente a posse está presente. Manteremos situações, bens e pessoas junto de nós, apenas saberemos que estamos em um processo evolutivo e nele continuamente há transformações e mudanças. Quando a hora de deixar ir chegar, nem vamos questionar, simplesmente liberamos e nos sentimos liberados.

Com essa nova forma de ser e agir chegaremos a uma existência abundante e gratificante, onde tudo o que precisamos surgirá espontaneamente à nossa frente. As lutas diárias para o sustento e manutenção de relações deixam de existir. Continuamos realizando as nossas tarefas e vivenciando nossos relacionamentos como sempre o fizemos mas o amor, agora presente pelo desapego, as deixará fluidas, leves e tranquilas.

Não precisamos mudar nossas atividades e relacionamentos, precisamos apenas aprender a nos desapegar, a mudança necessária acontecerá naturalmente.

  • Anna Izabel Fagundes, autora dos livros:
    RELAÇÕES DE AMOR SINCERAS – 33 dias para reflexão
    A CULPA NÃO É SUA – Perdão, a Essência da Transformação
    A COMUNICAÇÃO POR MEIO DO AMOR
    O SEGREDO POR TRÁS DO SEGREDO
    UMA NOVA LINGUAGEM – O Ego e a Essência 
  • Shiva Nataraj,  iniciou a prática da meditação e yoga aos 12 anos de idade, foi  Hari Krishna durante 32 anos, realizou inúmeros cursos como Oneness Deek Sha Giver, Cura Quântica Estelar, Apometria Quântica, Reiki Sistema Usui de cura natural, Orixás Reiki,  Florais de Saint Germain e Terapia Tântrica método Deva Nishok. Possui um profundo e valioso conhecimento da alma humana,  utiliza-se de técnicas de respiração como base para uma existência saudável e plena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s