O AMOR E O DINHEIRO SEM CONFLITOS

Muitos de nós vivemos em conflito: precisamos de dinheiro para realizar nossos sonhos ou para apenas para nos manter e acreditamos que querer ganhar dinheiro é egoísmo  e, portanto, estaríamos ferindo o princípio de que o amor é o que importa.

E porque acreditar que o amor não está presente na moeda? Ele pode estar sim, em grande parte das formas que o sistema proporciona para a obtenção de dinheiro, pois depende somente de uma inversão na forma de realizar a atividade que nos oferece o retorno financeiro!

Quando buscamos uma atividade e pensamos exclusivamente no quanto ela irá nos render ou ainda, que a realizamos por possuirmos obrigações financeiras a cumprir, deixamos o amor em segundo plano.

Já, ao optarmos em acessar o nosso interior entregando para a Essência não só as necessidades como também nossos sonhos, ela nos proporcionará as atividades onde obteremos o ganho financeiro com o amor presente – nestas atividades podemos inicialmente não perceber a presença constante do amor –  mas se foi convidado, Ele aí está, com certeza!

A presença do Amor a fará fluir, permitindo-nos superar todas as dificuldades que surgirem no dia a dia.

Quando começarmos a desenvolver nossas atividades e ganhar dinheiro utilizando-nos dessa Força poderosa, iremos perceber também uma inversão na forma como pagamos os serviços prestados à nós, sejam de funcionários ou de empresas. Saberemos então que a moeda paga as horas trabalhadas por alguém mas não paga a dedicação, o serviço bem feito, a atitude de carinho e atenção com que é desenvolvida. O sentimento de amor presente em nós é refletido em quem realiza as atividades.

Aí descobrimos porque em alguns ambientes o grupo de pessoas são atenciosas, alegres e prestativas, enquanto em outros são desinteressadas e tristes, esperando apenas pelo fim do expediente, cumprindo o estritamente necessário para receber o seu salário.

É seguro que cada um é responsável pelo próprio bem estar e, se o ambiente onde estão trabalhando não os deixam felizes, devem também voltar-se ao seu Interior e pedir a ajuda para a Divindade que ali habita para mudar esse estado de espírito e então encontrar outro local ou atividade onde a realizará com amor e o verá refletido.

Muitas vezes o que nos mantém em atividades que não nos satisfazem é o montante recebido por elas. – Nesse caso o dinheiro vem antes do amor. Mas a boa notícia é que ainda há tempo de inverter essa ordem de prioridade: podemos convidar o amor para entrar nessa mesma atividade. Após alguns ajustes onde tudo parece difícil – mas não mais difícil do que realizá-la sem amor -, surgirá um novo movimento, esse agora guiado por quem sabe verdadeiramente o caminho: o Amor.

Portanto o Amor e o dinheiro coexistem em harmonia ao volvermos o nosso olhar para esse poderoso Sentimento, optando em utilizarmo-nos de sua orientação em nossas atitudes tanto para obtê-lo como para os pagamentos, aquisições e doações que iremos realizar. 

  • Anna Izabel Fagundes, autora dos livros:

RELAÇÕES DE AMOR SINCERAS – 33 dias para reflexão

A CULPA NÃO É SUA – Perdão, a Essência da Transformação

A COMUNICAÇÃO POR MEIO DO AMOR

O SEGREDO POR TRÁS DO SEGREDO

UMA NOVA LINGUAGEM – O Ego e a Essência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s