SEXO VAZIO? PORQUE?

Ao questionar o por quê do desejo de sexo por sexo, percebemos uma necessidade de algo grandioso para dar sabor à nossa existência e, como essa tesão surge, o ego canaliza para o prazer sexual, deixando-nos perdidos naquilo que deveria ser apenas o tempero da vida.

Como disse um querido leitor: -“Trata-se de uma auto sabotagem por meio desse impulso. O disparador é quando permito não acreditar em mim e em minhas qualidades. Deixo de ter prazer nas coisas do cotidiano e foco tudo no ato sexual, que depois se mostra tão pobre e vazio. Hoje com a internet, o sexo virtual, as facilidades para as pessoas com o mesmo vazio se encontrarem, torna-se mesmo em algo viciante.”

Na verdade o vício, advindo do desconhecimento de Quem realmente somos, é aumentado pelo encontro de duas pessoas com a mesma carência, transformando esses momentos em uma troca que anula ao invés de satisfazer.

Seguindo o diálogo ele diz: “Não é necessário negar o sexo pelo sexo mas se serve apenas para aliviar o impulso podemos nos utilizar de carinho, companheirismo, nos aceitar e deixar a energia vital fluir pelo todo que somos. Aí vive-la em outras coisas: no café da manhã, na conversa com um amigo, no andar pela rua. Sabendo que cada um de nós tem o poder de encantar e o que encanta é essa energia de estar bem consigo mesmo. Vivenciar a vida em sua plenitude. Sem a ideia vendida pelo sistema de como devemos viver para sermos felizes.”

E qual é a saída para a liberdade em viver tudo, inclusive o prazer sexual, sem nos culpar ou nos sentir viciados, errados, etc.?

Poderíamos enumerar uma quantidade enorme de regras a seguir, mas todas contém a ilusão de algo que serviu para alguém, portanto pode não servir para todos.

A saída é nos voltar para o Interior: a Aceitação de como estamos nos sentindo em relação ao sexo por impulso,  a Entrega para a nossa essência Divina e a opção pelo Perdão dessa necessidade nos levará ao entendimento de Quem somos ou seja do Amor que somos!

A descoberta de que o prazer ou o orgasmo pode ser vivenciado em todo o nosso corpo e não necessariamente através dos órgãos sexuais, liberta para a aceitação do amor pelo nosso corpo.

Existem técnicas de respiração que permitem essa abrangência de sensação, liberando-nos da necessidade de outra pessoa junto de nós e também da necessidade de nos tocarmos. Aí vamos perceber que somos um campo de energia que possui uma vibração prazerosa. Essa vibração ou sensação vai nos levando ao entendimento do amor que somos.

É de dentro pra fora, é o amor que existe em nosso interior nos ensinando a amar o todo em nós. A sensação de sentir amor por nós vai emergindo linda e agradavelmente.

Aos poucos, percebemos as mágoas, o medo de amar e se entregar nos deixando, indo embora…talvez queiram retornar, mas se o Amor tomou o seu lugar em nós certamente não haverá espaço para sentimentos contrários a ele.

  • Anna Izabel Fagundes
  • autora dos livros:

RELAÇÕES DE AMOR SINCERAS – 33 dias para reflexão

A CULPA NÃO É SUA – Perdão, a Essência da Transformação

A COMUNICAÇÃO POR MEIO DO AMOR

O SEGREDO POR TRÁS DO SEGREDO

UMA NOVA LINGUAGEM – O Ego e a Essência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s