Sexo precisa de perdão?

Somos movidos por desejos e, quando não vivenciamos plenamente o desejo sexual ficamos perdidos em uma vasta quantidade de querer, sem identificar que o que nos falta é a total sensação de plenitude que o prazer do ato sexual pode nos proporcionar.

Aqui estou falando de uma relação de entrega, sentindo a presença divina no ato sexual. Quando convidamos o Amor para estar presente na relação, aí, só aí, é possível nos sentirmos  envoltos pela infinita presença do Ser no momento do êxtase, percebendo assim a unidade que somos.

Infelizmente, costumamos separar o prazer sexual do amor e chegamos a pensar que amor é uma coisa e o ato sexual outra. Então deveríamos amar e conviver com uma pessoa e transar e ter prazer com outra. Dessa forma jamais nos sentiremos completos, pois além de nos sentir divididos, as questões morais  de certo e errado surgem em nossa mente, deixando-nos transtornados. E em muitos casos essa atitude leva o individuo a um sofrimento calado, dentro de uma nuvem escura de culpa e medo, que é a barreira que impede a aproximação do amor verdadeiro.

Somos livres e o fato de certas conveniências nos levam a um comportamento robotizado, quando devemos atender o que as normas sociais impõem para sermos aceitos, faz com que não nos permitamos vivenciar plenamente aquilo que realmente queremos; e assim nos sentiremos tolhidos e infelizes, passando essa infelicidade adiante, torturando quem conviver conosco.

A bela notícia é que não são as normas sociais que impedem nossa liberdade e sim a falta de perdão ao que queremos experimentar e vivenciar!

Quando começamos a aceitar que somos mais do que acreditamos ser, que além do corpo que tanto amamos  – e outras vezes odiamos – existe algo a mais, uma Essência, uma Divindade, um Ser espiritual em nós, é que saberemos como vivenciar nossas relações de forma que nos sintamos plenos e felizes. Sem esse alcance somos duros e inflexíveis, não nos permitindo viver tudo o que a liberdade de Ser nos oferece.

Sou feliz por ter tido a oportunidade de sentir a plenitude que o ato sexual, com a verdadeira entrega, proporciona. Esta experiência ofereceu-me também a compreensão de que havia algo a mais junto a nós e assim aceitasse a unidade que somos.

Ao mesmo tempo fui tomada pela certeza de que não iria mais vivenciar essa plenitude somente dentro de quatro paredes, pois havia uma realidade fantástica me esperando, nela eu poderia sentir-me plena em todos os momentos da existência.

Demorou muito para que eu entendesse que a pessoa com quem vivenciei aquele momento, não faria, necessariamente, parte de minha nova realidade e que eu poderia ter uma existência livre e prazerosa em todos os sentidos, mesmo sem esse convívio.

O momento do êxtase sexual foi apenas uma parte do que estava reservado para mim. A partir daquele instante a busca por esse prazer terminou, pois já havia encontrado o que tanto buscava: A presença do Amor Maior também no ato sexual. Algo impensável para uma cultura baseada na culpa e no medo.

A felicidade dessa descoberta está proporcionando mudanças gradativas e importantes em minha caminhada, onde os desejos momentâneos e a necessidade de posses de toda a ordem (incluindo pessoas) deixaram de existir.

Não pensem que, por esta razão, seremos sós e desprovidos de boas condições e qualidade de vida, ao contrário, quando nos libertamos e aprendemos a liberar, o que realmente precisamos e até o que nem acreditamos precisar, vêm até nós.

O perdão à sexualidade é fundamental para que tenhamos uma existência com base no amor. É estando conscientes de que fomos gerados com e por Amor que aceitaremos o nosso direito a uma vida livre, segura e feliz!!

Autora dos livros:
A Culpa não é Sua – Perdão: A Essência da transformação – Ed. BesouroBox
A Comunicação por meio do Amor – Ed. Scortecci
Relações de Amor Sinceras – Ed. BesouroBox

2 comentários sobre “Sexo precisa de perdão?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: